Redes de Desenvolvimento da Maré

A Redes de Desenvolvimento da Maré nasce com a missão de promover a construção de uma rede de desenvolvimento territorial através de projetos que articulem diferentes atores sociais comprometidos com a transformação estrutural da Maré e que produzam conhecimentos e ações relativas aos espaços populares podendo interferir na lógica de organização da cidade e combater todas as formas de violência. Com esta visão estratégica, a REDES realiza projetos e parcerias com foco em cinco eixos temáticos: Educação, Desenvolvimento Territorial, Segurança Pública, Comunicação e Arte e Cultura. No eixo Arte e Cultura, o trabalho da REDES está voltado para a ampliação e democratização cultural, buscando suprir a escassez de equipamentos culturais locais bem como de atividades de formação. Garantindo, de forma indistinta, aos moradores da Maré a possibilidade de acesso à fruição, criação e formação no campo das artes.

………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………

Rosyane Trotta

Doutora em teatro e professora da Unirio. Publicou o livro “Teatro e Estado: as companhias oficiais do Brasil”, escrito em parceria com Yan Michalski. Tem artigos publicados em livros – entre eles, “Teatro de Rua, olhares e perspectivas”, Narciso Telles (org), Rio de Janeiro: e-papers, 2005; “O desassombro da utopia”, Valmir Santos (org), Porto Alegre: Tomo, 2005; “Sentidos de uma experiência”, Ieda Magri e João Carlos Artigos (orgs), Rio de Janeiro: Aeroplano, 2008 – e em periódicos especializados (Sala Preta, Folhetim, Subtexto, entre outros). Entre suas peças encenadas estão “Os Náufragos” (1988), “O Malfeitor” (1997), “Mar Aberto” (2000) e “Flor de Macambira” (2011). Pelo Programa de Bolsas da Fundação Vitae, escreveu “O Homem que Vendeu o Samba” (2002). Em processos colaborativos, compôs a dramaturgia das peças “Couve-Flor” (2015), “Mistério Bufo” (2010), “Memória Afetiva de um Amor Esquecido” (2008) e “Peça ao Seu Amante para Limpar os Pés Antes de Entrar na Nossa Casa” (2003). É dramaturgista da Cia Marginal, desde 2006.

Bianca Fero

Graduanda em teatro e produtora cultural, integrou o núcleo de produção do grupo Teatro de Anônimo de 2004 até junho de 2010. Nos seis anos em que atuou como produtora no Teatro de Anônimo foi responsável pela produção executiva, comercialização de espetáculos, logística, formatação de projetos e atividades administrativas. Desde então, integra a produção do Anjos do Picadeiro – Encontro Internacional de Palhaços, o mais importante do gênero na América Latina. Além de circo e teatro, já produziu shows de artistas como Tom Zé, BNegão, Elba Ramalho, Alcione, Sérgio Reis & Renato Texeira e Sandra de Sá. Desempenha uma produção autônoma em diversas áreas tanto no meio cultural e social, como no meio corporativo. Em 2013, foi coordenadora de montagem e produção de dois espaços especiais dentro da programação cultural da Bienal do Livro. Assina a Produção Executiva da série Décimo Andar, em exibição no Canal Brasil, onde também atua como atriz do programa. Colaborou com a produção de grupos atuantes como: Circo da Silva, Circo Dux, Teatro de Anônimo e As Marias de Graça. Além de ter exercido a direção de produção da Cia Marginal por 5 anos.

Diogo Vitor

Músico e ator da Cia Marginal de 2005 a 2016, integrou os elencos dos espetáculos QUAL É A NOSSA CARA?, Ô,LILI e IN_TRÂNSITO. Além disso, colaborou para a criação das trilhas sonoras originais dos dois últimos espetáculos do grupo (Ô,LILI e IN_TRÂNSITO). Como músico-guitarrista é um dos integrantes da banda Los Chivitos. Em seu percurso de trabalho com o teatro, participou de workshops com: Teatro de Anônimo, LUME (Campinas, SP), Via Rosse(Itália), Márcio Libar, Norberto Presta, Rosyane Trotta e Joana Levi. Em 2011, participou do curso A Escuta do Corpo – Técnica Klauss Vianna, com Jussara Miller. Entre 2004 a 2007, participou do Projeto Música, Memória e Sociabilidade na Maré (Musicultura) – UFRJ/CEASM/FAPERJ. Nesse mesmo período, participou do Projeto Viver com Arte, realizado pela organização CEASM em parceria com o Instituto Ayrton Senna, atuando como monitor das oficinas de música. De 2003 a 2005, foi integrante da Orquestra de Flautas da Maré.

Sinésio Jefferson

É musicólogo e pesquisador do Laboratório de Etnomusicologia da UFRJ, sendo coautor de estudos sobre as práticas musicais e a memória sonora da Maré. Entre 2002 e 2011, atuou como músico e compositor da banda Passarela 10, grupo com o qual consolidou repertório autoral por meio de inúmeras apresentações em espaços identificados com a cena independente da música carioca. De 2011 pra cá, além dos trabalhos de investigação, atua como músico convidado da Cia Marginal tendo participado de dois espetáculos: “Ô, lili” e “In Trânsito”, nesse último sendo também responsável pela produção da trilha sonora original.

Estúdio ▲

O Estúdio ▲ associa design, moda e fotografia para contemplar seus projetos de forma ampla e integrada. Formado pelo designer Daniel Kucera, pela estilista Helena Pontes e o artista visual João Penoni, o Estudio se diferencia por uma abordagem interdiciplinar, com forte caráter artístico, em que diferentes áreas dialogam para criar soluções originais e exclusivas para seus clientes.Tendo surgido do desejo compartilhado entre os três integrantes de relacionar arte e desing de forma contundente, o Estudio se afirma por uma maneira menos tecnicista e burocrática de relação com os clientes, buscando, ao contrário, uma interação intimista e confortável, onde o cuidado artesanal com os projetos é a fórmula para uma funcionalidade diferenciada. Apresentando um conjunto variado de ações e serviços, ▲ tem como prioridades: o design gráfico de portifólios e sites; o projeto gráfico de espetáculos de dança, teatro e música; a criação da identidade de coletivos e grupos que trabalham com arte; a concepção e confecção de figurinos, uniformes e vestuários para eventos; a cobertura fotográfica de shows, espetáculos, exposições e performances.